A Técnica Coringa para Controlar Ataque de Pânico: Respiração Diafragmática – Síndrome do Pânico

A Técnica Coringa para Controlar Ataque de Pânico: Respiração Diafragmática – Síndrome do Pânico
5 (100%) 1 vote

A Técnica Coringa da Síndrome do Pânico: Respiração Diafragmática

Vamos falar agora aqui na Academia de Ex-Portadores de Síndrome do Pânico da técnica coringa para controlar ataque de pânico. Ela é conhecida superficialmente por todos, mas até onde eu sei, é pouco aplicada com eficácia porque a maioria das pessoas acabam fazendo de uma forma errada.

E aqui nesse artigo eu vou compartilhar com você como fazer respiração diafragmática para controlar os sintomas durante um ataque de pânico.

A respiração é a base de tudo. Ela pode tanto gerar os sintomas de ansiedade e um ataque de pânico se realizarmos a hiperventilação, quanto diminuí-los e controlá-los através da respiração diafragmática e as técnicas combinadas que ensino no meu livro. Falarei mais a respeito desses dois tópicos abaixo, com ênfase na respiração diafragmática.

A Hiperventilação

De forma bem simples e resumida falando, a hiperventilação é quando você respira mais rápido, manda mais oxigênio pra dentro, e como consequência disso, geram sintomas de como se você tivesse corrido 400 metros o mais rápido que você conseguiu!

O coração acelera para oxigenar mais, sua temperatura aumenta, ocorre transpiração e muitas outras coisas que eu cito no meu livro.

Quer a notícia ruim? Muita gente faz isso de forma inconsciente, e os sintomas de ansiedade e ataques de pânico surgem “de repente” e não sabem o porque!

Com a respiração diafragmática, a nossa técnica coringa, ela vai agir limitando o oxigênio que você está mandando pra dentro, forçando o coração bater mais devagar, e produzir mais dióxido de carbono, e por fim, mantendo o equilíbrio dos dois. Corrigindo sua respiração, os seus sintomas físicos diminuem. Parece bom? Continua lendo!  😉

Imagine uma técnica portátil que você aplica sem precisar de um objeto, alguém ou qualquer outra coisa que não dependa de você e que aja diretamente no sintoma que mais incomoda, que é o coração acelerado? Boas notícias, baby! Estou falando da respiração diafragmática. E para aplicar, você só precisa apenas do seu lindo e leve corpo vivo, a informação exata de como fazer corretamente e entrar em ação.

É importante ressaltar que essa técnica coringa é utilizada apenas para momento de agitação pré-crise ou durante um ataque de pânico. Ela em si, não consegue controlar a síndrome do pânico totalmente. Na realidade, há um conjunto de outros fatores, além do autoconhecimento, que irão realmente te ajudar a controlar também a síndrome do pânico da mesma forma que fiz. Meu livro fala disso! 🙂

Então tenha em mente que essa técnica é para te ajudar a diminuir os sintomas na hora que eles estiverem desconfortáveis!

 

Como fazer Respiração Diafragmática

É simples, mas é preciso prestar atenção. O que as pessoas fazem normalmente? Elas respiram jogando o ar superficialmente para o pulmão, e o soltando. Tudo certo até ai. Não há nada de errado. Mas para usarmos a respiração a favor da síndrome do pânico, você precisa direcionar o ar para outro lugar

Na respiração diafragmática, você deverá seguir as orientações a seguir:

respiração diafragmática síndrome do pânico
respiração diafragmática síndrome do pânico

ORIENTAÇÕES RESPIRAÇÃO DIAFRAGMÁTICA:

  1. Inspirar pelo nariz e direcionar o ar para a sua barriga, de forma que ela se expanda. O peito deve ficar intacto ou pouco se mover. (Ver imagem no artigo);
  2. Soltar o ar lentamente pela boca, na mesma contagem ou mais longo que a inspiração. (Se você inspirou durante 4 segundos, irá expirar em 4 ou 6 segundos. Veja o que funciona melhor com você)
  3. Repetir o procedimento até os sintomas abaixarem. Fique tranquilo. Realmente funciona!

Seu dever agora, nesse exato momento, é parar o que está fazendo e treinar. Treinar 3 à 5 minutos a respiração diafragmática para que você, quando (se) precisar usar, já tenha a prática e os resultados sejam ainda melhores!

Importante ressaltar que você não irá desmaiar ou qualquer outra coisa do tipo realizando esse tipo de respiração. Ela é totalmente segura, eficaz e ideal para pratica de relaxamentos e principalmente controlar ataques de pânico de forma bruta!

academia de ex-portadores de síndrome do pânico
academia de ex-portadores de síndrome do pânico

Se você gostou dessa técnica, poderá gostar também do meu livro completo “O Manual Para Se Tornar Um Ex-Portador de Síndrome Do Pânico” onde eu escrevi tudo o que realmente funcionou para eu me tornar um ex-portador de síndrome do pânico, e traduzido na linguagem para você também se tornar um.

O meu método é baseia-se na compreensão dos processos e fisiologias, técnicas de enfrentamento de crises, autoconhecimento, atitude e comportamento, programação neurolinguística, estratégias de guerra, proatividade e princípios de empreendedorismo, e o mais importante, a minha experiência na pele com o assunto!

>>>> Você pode adquirir a sua cópia aqui nesse link! <<<

Achou útil esse artigo? Compartilhe e vamos ajudar mais pessoas!

Pense em uma pessoa agora que poderia gostar desse artigo? Pensou?

Agora em algum botão aqui no artigo para compartilhar e enviar / marcar essa pessoa. Ela vai gostar! E após isso, cadastre-se aqui na minha lista de emails gratuita do site para você receber mais material exclusivo meu para te ajudar com a síndrome do pânico, seu sucesso pessoal e profissional!

Vini.

Receba Mais Dicas para Controlar a Sua Síndrome do Pânico!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber mais dicas para síndrome do pânico através aqui da Academia de Ex-Portadores de Pânico! Informe seu e-mail atual abaixo agora!>