Como a ingestão de cafeína tem prejudicado você e seu cérebro.

Cafeína Prejudica Síndrome do Pânico?

Como a ingestão de cafeína tem prejudicado você e seu cérebro.
5 (100%) 4 votes
Existem estudos publicados mostrando que a cafeína tem sido associada a um declínio cognitivo porque ela diminui o fluxo sanguíneo que chega no cérebro, logo, diminui as suas funções cerebrais. Ok, Vini. E como a cafeína prejudica a síndrome do pânico?

café síndrome do pânico
café síndrome do pânico

Essa é a segunda dica da série de 5 dicas que estou escrevendo aqui no blog ataque de pânico.

Cafeína e Síndrome do Pânico

Presente no nosso querido café, coca-cola, chocolate, entre outros, a cafeína é um estimulante do sistema nervoso central. E de fato, a síndrome do pânico está ligada com o sistema nervoso central.

Para que você entenda melhor, vou um pouco mais afundo, mas sem bagunçar sua cabeça.

Dentro do contexto da síndrome do pânico, temos o sistema nervoso simpático (SNS) e o sistema nervoso parassimpático (SNP).

Em poucas palavras, o sistema nervoso simpático é o responsável por “dar as ordens” para que os sintomas apareçam. E o  parassimpático é quem fala pro corpo “Hora de parar para não perder o controle”

Logo, a cafeína é estimulante do sistema nervoso central, logo, tem total relação com a síndrome do pânico. E como você ainda está aprendendo a domar os ataques de pânico, minha sugestão é que evite tudo que tenha cafeína. Se isso não for possível, restrinja o máximo. Faça esse favor para você mesmo.

Quando eu sofria com os ataques de pânico repentinos ou estimulados por mim mesmo, consciente ou inconscientemente, tinha uma sensibilidade muito grande para a cafeína, e na verdade ainda tenho, mas em menor escala.

Por exemplo, não posso ingerir cafeína e logo em seguida fazer exercícios. Não é uma boa combinação pra mim, rs.

Alimentos que contém com cafeína

Alguns alimentos e bebidas que contém cafeína mais comuns:

Café, chá-mate, chá-verde, chá-preto, chocolate, chocolate meio-amargo, coca-cola, energéticos, alguns medicamentos.

É difícil saber. Sempre leia o rótulo dos alimentos e bebidas e veja se contém cafeína. Procure na parte de ingredientes. E de dica extra, aprenda a ver a tabela nutricional dos alimentos.

livro sindrome do panico
livro sindrome do panico

Além do meu livro sobre síndrome do pânico que você pode ter mais detalhes em algum lugar aqui no blog, costumo recomendar mais dois fundamentais. 1. Livro: Use seu cérebro para mudar sua Idade (do Dr. Daniel G. Amen – Médico americano); 2. Prato Sujo – Como a industria manipula os alimentos para viciar você (da Marcia Kedouk).

Se possível, anote “Evitar Cafeína” e coloque na parede para se lembrar. Não precisa restringir 100%, se conseguir, melhor. Mas diminua drasticamente o consumo dela.

Uma alternativa é consumir os mesmos alimentos, só que descafeinados. Sim, já existem os mesmos alimentos, mas sem cafeína, na gôndola do mercado.

Ajude-nos a crescer e ajudar mais pessoas como você! 🙂

Compartilhe esse artigo no seu facebook para ajudar mais pessoas que estão precisando!

Para comprar meu livro, se ainda estiver disponível, clique AQUI.

Se inscreva na minha lista de e-mails abaixo gratuitamente.

Receba Mais Dicas para Controlar a Sua Síndrome do Pânico!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber mais dicas para síndrome do pânico através aqui da Academia de Ex-Portadores de Pânico! Informe seu e-mail atual abaixo agora!>

[tags: cafeína síndrome do pânico, cafeína prejudica síndrome do pânico, café síndrome do pânico]